Rio Grande do Sul
Barra do Quaraí




Bandeira do Município


Brasão Municipal


Data de Emancipação
22 de outubro de 1995
Área total
1056,146 km²
População
4012 habitantes (Censo 2010)

 

O município da Barra do Quaraí foi criado em 28 de dezembro de 1995, pela Lei Estadual nº 10.655, publicada no Diário Oficial de 29/12/1995, desmembrado de Uruguaiana.

 

Localiza-se a uma latitude 30º12'26" sul e a uma longitude 57º33'17" oeste, tornando-se o município mais ocidental do estado do Rio Grande do Sul e de toda a Região Sul do Brasil. É um dos pontos extremos deste estado.



O homem do campo é responsável por 80% do PIB da Barra do Quaraí


A história de seu povo é a do homem do campo, com suas tradições e respeito à Natureza.

 

 

O cavalo crioulo, pedestal do gaúcho, promove o município nacionalmente, nas provas do Freio de Ouro e Hipismo de Esteio.

 


As cabanhas da Barra do Quaraí, algumas de renome internacional, são verdadeiros bancos de genética.

 

 

Na agricultura, a lavoura de arroz irrigado constitui o carro chefe do agronegócio. As lavouras de sorgo, milho e soja são irrigadas com alta tecnologia, ou seja, por aspersão utilizando o pivô central.

 


Na bovinocultura de corte, destacam-se as raças Hereford e Braford, produtoras de carne nobre. Na raça leiteira, encontramos a vaca Holandesa. Na ovinocultura, raças tipo lã: Ideal e Merino Australiano

 

 

  • O marco da Ilha Brasileira


  • A moradia do Seu Zeca
  •  


    O nome Barra do Quaraí deve-se à sua localização próxima à foz do Rio Quaraí (que deságua no Rio Uruguai) formando o que se chama de barra do rio. Em tupi-guarani temos: guaray, relativo a tribo guará -- parcialidade de ÿ, água -- que habitava as margens do rio.




    Três países, três cidades, um só coração



    Com aproximadamente cem mil hectares, o município de Barra do Quaraí ocupa a ponta oeste do mapa do Rio Grande do Sul com invejável posição geográfica, à margem de dois rios importantes, formando a Tríplice Fronteira: Brasil, Uruguai e Argentina. A região é o centro de imensas potencialidades, lugar entre rios, repleto de riquezas naturais, que alcança três países




    Integração: Através do rio Quaraí foi construída a ponte internacional que liga Barra do Quaraí (Brasil) a Bella Unión (Uruguai) possibilitando uma constante atividade comercial, devido ao câmbio favorável para a fronteira.


    Portal das terras brasileiras


    .......Os registros históricos mais remotos de ocupação da Barra do Quaraí indicam que no ano de 1814 houve a instalação de uma Guarda Portuguesa de Fronteira com o objetivo de garantir a defesa do território conquistado devido às grandes investidas espanholas.


    .......As terras da Barra do Quaraí e as de seus vizinhos eram habitadas predominantemente pelos Índios Charrua. A catequização dos indígenas através das Missões instaladas nestas regiões fez com que eles se afastassem muito de sua cultura. Ainda hoje é possível identificar a miscigenação com este povo na população barrense.

     

    .......No transcorrer da história, a região apresentou diversos ciclos econômicos como a produção Saladera em fins do século XIX e início do século XX, a criação de gado, a produção do arroz (uma das regiões que mais exporta arroz no Rio Grande do Sul) e o comércio. Devido à localização na fronteira, Barra do Quaraí passou por diversos altos e baixos em sua economia.

     

    .......Até 1995 a cidade era designada como distrito do município de Uruguaiana. A partir dessa data, houve a sua emancipação gerando muitos sonhos e mudanças na vida e na rotina dos cidadãos.

     

     

    • Comentário:


    Nome:
    Email:
    Mensagem:


    Paulo Lemos Martins  

    Fiquei muito feliz ao ver o Portal com imagens desta pequena e querida cidade na fronteira do Brasil e Uruguai. Em 1968 servi no destacamento de Fuzileiros Navais, onde prestava serviço de fiscalização na cabeceira da ponte antiga (ferro) apesar das dificuldade, pois na época era ainda uma vila, nem luz elétrica havia. Passado alguns anos voltei, já formando na guarda de honra na inaguração da Ponte Nova. Meu fraterno abraço aos moradores desta cidade, donde guardo muitas boas lembranças.

    Suboficial Fuzileiro Naval Reformado, morando em Brasília-DF.

    09 de fevereiro de 2016